Nações Convidadas

Naçoes

Maracatu Nação Tigre, a história da Nação Tigre começa em 2009 quando foi fundada por Fabiano Pedro da Silva. Esta Nação afirma seguir o legado deixado pelo Maracatu Elefante, a partir da memória de Dona Santa, que fora mãe de Santo dos avós de Fabiano, Melquiades de Sena Reis e Maria de Lurdes de Sena. De acordo com Fabiano, seu avô idealizou a criação do maracatu. Fabiano assumiu o compromisso de seu pai, Bartolomeu Alves da Silva, de dar continuidade à tradição do maracatu. A diretoria é formada por familiares ligados ao culto nagô e jurema e também por pessoas do terreiro, e todas as decisões passam pelo jogo de búzios. Esse ano vamos entender melhor a história e laços entre essas nações.

Maracatu Nação Oxum Mirim, fundada em 02 de abril de 2002. Sua sede se localizada no bairro do Bongi, onde seus ensaios acontecem, e é também residência de Dona Mauricéia Inácio Paixão de Melo, presidente e fundadora da Nação, convidada deste ano. Pequena grande Dona Mauricéia é a força feminina à frente da nação, junto à sua irmã Marinalva, que também estará presente na edição deste ano, elas vão nos contar sobre a história e fundamentos de sua nação, como se dá a resistência em sua comunidade. O nome Oxum Mirim não se trata de uma nação com crianças, mas uma homenagem à orisá Osun Menina guia espiritual de Dona Mauriceia. As entidades protetoras da Nação são Oxum e Xangô, representadas pelas cores amarelo e vermelho.

Acesso:
Face: https://www.facebook.com/profile.php?id=100005012430653&fref=ts

 

Maracatu Nação Elefante, fundada em 15 de novembro de 1800 no bairro Boa Vista por Manoel Santiago, escravizado na época. Nação Elefante é considerada uma das nações mais antigas de baque virado existentes de Pernambuco. Também foi o primeiro Maracatu a ser conduzido por uma matriarca, a rainha foi Dona Santa, Maria Júlia do Nascimento, a mais célebre majestade negra na história do carnaval do Recife, que reinou até seu falecimento. Os pertences do tradicional Maracatu entraram para o museu e lá estão até hoje. Por diversas iniciativas no ano de 1985, o Maracatu Elefante retoma as atividades novamente para ser conduzido por Dona Madalena, outra grande figura do Maracatu. Outros passaram por sua frente e hoje quem tem esse papel é Fabiano Pedro e sua mãe a Yalorixá Maria das Neves, presentes na edição desse ano.

Acesso:
Face: https://www.facebook.com/nacao.tigre.9?fref=ts